Conheça os diferentes tipos de Vinho do Porto

Conheça os diferentes tipos de Vinho do Porto

A 27 de janeiro assinala-se o Dia Internacional do Vinho do Porto. Convidamo-lo a descobrir alguns factos sobre este néctar dos deuses e a conhecer os diferentes tipos de Vinho do Porto.

Dia Internacional do Vinho do Porto

Criado em 2012 pelo Center for Wine Origins, uma instituição dos Estados Unidos, o Dia Internacional do Vinho do Porto surgiu com o objetivo de consciencializar para a importância de proteger o nome do Vinho do Porto (denominação de origem). Neste dia, um pouco por todo o mundo, as pessoas são convidadas a provar o vinho do Porto, a partilhar a experiência e a saber mais sobre este vinho.

Apesar de a data não ser reconhecida pelo IVDP (Instituto dos Vinhos do Douro e Porto), que comemora o Port Wine Day a 10 de Setembro, tradicionalmente realizam-se atividades lúdicas nas caves do vinho do Porto, como provas, e os restaurantes da cidade fazem pratos especiais harmonizados com o vinho.

Este ano não será possível visitar as caves ou os restaurantes, mas poderá saborear um cálice de Vinho do Porto no conforto da sua casa. Garanta que escolhe o vinho certo para si, conheça os diferentes tipos de vinho do Porto.

Tipos de vinho do Porto

Infografia Tipos de Vinho do Porto / different types of Port Wine - Rota do Douro
Fonte: winesofportugal.info

O Vinho do Porto distingue-se dos vinhos comuns pelas suas características únicas, como o elevado teor alcoólico (até 22%), cor, doçura e aroma que variam de acordo com os diferentes tipos existentes.

Apesar de ser conhecido como um vinho adocicado, o Vinho do Porto pode apresentar variações que vão desde o muito doce até ao extra seco. A doçura do vinho é determinada pelo fabricante, que a condiciona interrompendo a fermentação.

Os Vinhos do Porto podem ser divididos em duas categorias consoante o tipo de envelhecimento – em garrafa ou madeira.

Porto Ruby

Vinho do Porto Ruby / Ruby Port wine - Rota do Douro
Fonte: www.taylor.pt

Este rótulo é dado aos vinhos mais jovens, que passam entre três e seis anos em barrica. Pouco oxidados, têm um aroma intenso frutado e cor escura (rubi). Dentro do estilo Ruby, por ordem crescente de qualidade, inserem-se as categorias Reserva, Late Bottled Vintage (LBV) e Vintage, que envelhecem em garrafa.

Os vinhos do Porto Ruby combinam bem com queijos salgados – como o parmesão -, chocolate e sobremesas à base de chocolate. Ou seja, são um excelente acompanhamento para a sobremesa!

Porto Tawny

A servir um cálice de Vinho do Porto Tawny Port - Rota do Douro

Menos encorpado e com cores mais suaves do que o Ruby, o vinho do Porto Tawny é envelhecido em barris de madeira (maior oxidação), o que lhe confere o aroma com notas de frutos secos, especiarias e madeira – quanto mais velho é o vinho mais estas características se acentuam.

O estilo Tawny divide-se em Reserva, Tawny com Indicação de Idade (10 anos, 20 anos, 30 anos e 40 anos) e Colheita. Estes vinhos depois de engarrafados estão prontos para serem consumidos.

O vinho do Porto Tawny é um excelente acompanhamento para queijos maturados, frutos secos e sobremesas à base de castanhas.

Porto Branco

Vinho do Porto Branco / White Port Wine - Rota do Douro

Os vinhos do Porto Brancos são, tal como o nome indica, produzidos a partir de castas brancas, típicas da Região do Douro. Envelhecidos em balseiros de carvalho de grande dimensão, apresentam vários estilos (Branco “normal”, Lágrima, Branco com Indicação de Idade e Colheita), associados a períodos de envelhecimento mais ou menos prolongados e diferentes graus de doçura (seco, extra seco e doce), que resultam do modo como são produzidos.

Os Portos Brancos jovens são, geralmente, bebidos como aperitivo e em cocktails, enquanto que os envelhecidos, com um sabor mais intenso e encorpado, são preferencialmente servidos após a refeição, como um digestivo.
Os mais secos combinam bem com salmão defumado, frutas frescas, gelado ou creme de baunilha, queijos curados e azeitonas. Os doces acompanham bem gaspachos e combinações de frutas com carnes, como melão com presunto.

Porto Rosé

Vinho do Porto Rosé / Pink Port wine - Rota do Douro

O vinho do Porto Rosé é um vinho inovador, proveniente de uvas tintas das tradicionais castas de Vinho do Porto. A sua tonalidade cor-de-rosa é obtida através de maceração pouco intensa das uvas. Após a produção, evolui em cubas de aço inoxidável de modo a manter a sua frescura original e evitar uma oxidação demasiado intensa; não tem qualquer evolução na garrafa.

Fresco, frutado e com uma textura suave, deve ser servido frio, entre os 8 e 10 º C, ou com gelo. Ideal para os dias quentes, o vinho do Porto Rosé pode ser saboreado em cocktails vários e combina bem com pratos de peixe e sobremesas de frutos vermelhos.

Resumindo, o vinho do Porto é um vinho único, que se distingue pela sua vasta paleta de cor, sabor e doçura, o que permite que pessoas com os mais variados gostos o possam degustar.