Sobre Porto

A cidade do Porto ergue-se entre a foz do rio Douro e o Oceano Atlântico. Capital do Norte e segunda maior cidade de Portugal, a sua História recua, pelo menos, à época romana, altura em que se chamava Portus Cale. É aqui que remonta a origem do nome do nosso país.

Ao longo dos tempos, o Porto viu nascer personalidades marcantes e esteve no centro de acontecimentos que mudaram o rumo da História. No início do século XII assumia-se como a capital do Condado Portucalense. Mais tarde, no século XIV, recebeu, vinda de Inglaterra, D. Filipa de Lencastre, para casar com D. João I, pais do Infante D. Henrique, também ele nascido no Porto. Já no século XIX, após a Guerra Civil, D. Maria II agradeceu a luta e a resistência dos habitantes, atribuindo à cidade do título de Invicta, a única em Portugal.

Conhecido pela hospitalidade dos habitantes, o Porto requer tempo para ser conhecido e contar todas as suas estórias a quem entra na cidade.

Património, costumes… e francesinha

O Centro Histórico do Porto está classificado como Património Cultural da Humanidade, pela UNESCO, desde 1996. Por entre ruelas e becos, a zona é dona de uma beleza incomparável e tem tanto para conhecer, que enumerar, ou dizer por onde começar, é uma tarefa hercúlea. Dos Aliados à Ribeira, de São Bento aos Clérigos, o património do Porto merece ser apreciado de uma ponta à outra.

No entanto, nem tudo é História. Para os amantes de cultura e costumes, uma visita ao Porto na primeira semana de maio inclui o Cortejo da Queima das Fitas, um desfile de cor e animação que marca o final do ano académico. Para quem preferir ir em junho, há quem aconselhe viajar na reta final do mês para usufruir da noite de São João, a mais longa da cidade. Quanto à Gastronomia, qualquer altura do ano é boa para experimentar a típica Francesinha.

Livraria Lello: uma das jóias da cidade

A Livraria Lello é um dos ex-libris do Porto. Considerada uma das mais belas do mundo, situa-se na Rua das Carmelitas, número 144, e conta com mais de 130 anos de existência.

Projetado pelo engenheiro Xavier Esteves, o atual edifício causa impacto só pelo exterior: uma fachada neogótica, em tons claros, que se destaca de todo o cenário envolvente. No interior, a escadaria arqueada é a atração principal da livraria, mas toda a arquitetura, que inclui os bustos de Antero de Quental, Eça de Queirós, Camilo Castelo Branco, Teófilo Braga, Tomás Ribeiro e Guerra Junqueiro, é digna de apreciação.

Mais recentemente, a Livraria Lello esteve nas bocas do mundo, quando a escritora J. K. Rowling admitiu que se inspirou no edifício para criar a livraria onde Harry Potter conheceu Gilderoy Lockhart, em “Harry Potter e a Câmara dos Segredos”.

Pontos de interesse da cidade:

Avenida dos Aliados

Estação de São Bento

Sé do Porto

Ponte Luís I

Ponte D. Maria Pia

Muralhas Fernandinas

Torres dos Clérigos

Livraria Lello

Rua de Santa Catarina

Café Majestic

Mercado do Bolhão

Igreja de São Francisco

Palácio da Bolsa

Mercado Ferreira Borges